Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 23 de maio de 2014

OFÍCIO



Naturezas de borboleta
forjam casulos em silêncio.
Em segredo, universos tramam
O absoluto florescimento.

Tanta beleza em surdina
que já não se conta o tempo.

O ferreiro tece o concreto
em diurno alheamento.

Também meu ofício de arte
por estas vias se encorpa.
Tanta mobilidade, tantas formas
me saíram do bolso
assim como do nada
no mais desprovido silêncio.

Fernando Campanella

quinta-feira, 27 de março de 2014

A BORBOLETA



Trazendo uma borboleta,
Volta Alfredo para casa.
Como é linda!  É toda preta,
Com listas douradas na asa.


Tonta, nas mãos da criança,
Batendo as asas, num susto,
Quer fugir, porfia, cansa,
E treme, e respira a custo.


Contente, o menino grita:
“É a primeira que apanho,
“Mamãe vê como é bonita!
“Que cores e que tamanho!


“Como voava no mato!
“Vou sem demora pregá-la
“Por baixo do meu retrato,
“Numa parede da sala”.


Mas a mamãe, com carinho,
Lhe diz: “Que mal te fazia,
“Meu filho, esse animalzinho,
“Que livre e alegre vivia?


“Solta essa pobre coitada!
“Larga-lhe as asas, Alfredo!
“Vê como treme assustada…
“Vê como treme de medo…


“Para sem pena espetá-la
“Numa parede, menino,
“É necessário matá-la:
“Queres ser um assassino?”


Pensa Alfredo…  E, de repente,
Solta a borboleta…  E ela
Abre as asas livremente,
E foge pela janela.


“Assim, meu filho!  Perdeste
“A borboleta dourada,
“Porém na estima cresceste
“De tua mãe adorada…


“Que cada um cumpra a sorte
“Das mãos de Deus recebida:
“Pois só pode dar a Morte
“Aquele que dá a Vida.”



Olavo Bilac
Em: Poesias Infantis











quinta-feira, 6 de março de 2014

RUBEM ALVES



"Penso que borboletas, seres alados,
 diáfanos e coloridos, devem ser emissários dos deuses,
 anjos que anunciam coisas do amor. Imaginei então que
 aquela borboleta era um anjo disfarçado que os deuses
 me enviavam com uma promessa de felicidade."

- Rubem Alves,
em "Na companhia de Rubem Alves:
livro de anotações para mulheres





terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

MIA COUTO



Sabes qual é a diferença entre borboleta e gente?
A pessoa tem alma, borboleta é alma.

- Mia Couto

sábado, 22 de fevereiro de 2014

BORBOLETA



Uma flor com asas.

Mariza Alencastro


BORBOLETA




Lento e suave bordado.
Brisa e bolero,
leve e ousado,
tatuado na alma
distraída do vento.


Jairo De Britto
em “Dunas de Marfim”

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

SORTILÉGIOS



Caminho sobre o fio
dos telhados ao entardecer,
quando a luz é substância
de sonhos
e tinge o coração de orquídeas.

Caminho e sussuro 
sortilégios,
toco invisíveis borboletas
e, no minuto exato
em que o sol se desfaz
e uma lua líquida
levanta suas âncoras,
tuas mãos me alcançam.

Roseana Murray
In Recados de Corpo e Alma

INCÓGNITA


Crisálida estranha,
camaleoa,
nasci formiga,
cresci abelha.
Aprisionadas foram
a cigarra
e a borboleta.

Que bichos mais
habitam em mim?

Adélia Maria Woellner

terça-feira, 1 de outubro de 2013

DUAS BORBOLETAS SAÍRAM AO MEIO DIA,




Duas borboletas saíram ao meio-dia,
valsaram em cima de um arroio,
flecharam para o firmamento
e repousaram sobre um raio de luz;
Depois partiram as duas
por cima de um mar reluzente,
ainda que porto algum até hoje
haja mencionado a chegada.
Se falou com elas uma ave distante,
se no mar etéreo encontraram
uma fragata ou um cargueiro,
não fui informada.

Emily Dickinson
Tradução de Paulo Mendes Campos

FLORIR É CHEGARA. VER A FLOR




Florir é chegar.Ver a flor
contemplá-la ao passar,
só dá para suspeitar
a circunstância menor
da empresa fulgurante,
intrincamente feita
da borboleta perfeita
ofertada à luz do dia.

Alimentar o botão,
pagar direito ao relento,
regular calor e vento,
esconder-se do zangão,
não falhar à natureza,
esperar por esse dia...
Ser flor é muita
responsabilidade!


Emily Dickinson
Tradução de Paulo Mendes Campos

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

HAICAI



Espetada no ar
borboleta colorida
integra a paisagem.

Delores Pires
Passeio ao Luar (2002)

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

8



borboletas filiformes sobrevoam estes regatos tardios
escondem-se nos torrões da terra lavrada e desovam
plátanos espalham folhas semelhantes a complicados mapas topográficos

mais além
um acampamento cigano

caminho para a noite mas não tenho frio
é só o início dum provável outono
o acampamento recorta-se em contraluz
quando agressivos insectos trabalham recantos nómadas da memória

os ciganos possuem a sabedoria dos fogos acesos ao entardecer
quem poderá afirmar que um deles
o mais jovem
não aprende o mistério das cartas?
ou a mágica vida das linhas da mão?
a essa hora transmite-se de pai para filho
a arte dos insuspeitos ofícios do coração

as casas surgem de repente iluminadas por dentro
a paisagem envolveu-se de solidão
pressinto a força perfumada da terra subindo
ao medo da recente noite.


Al Berto
de 'Trabalhos do olhar', 1.979

domingo, 1 de setembro de 2013

A RUA DA VIDA FELIZ



Ao sol do meio-dia
ela fica suspensa,
a fala de minha mãe
sossega as borboletas.
'flor bonita é no pé.'
Vi o quintal  vibrando,
reagi brutamente
porque era inarticulável.
Quiseram me bater
por causa da minha cara
de quem tinha brincado com menino.
Só achei pra dizer:
Deus mora, mãe,
nunca morreu ninguém.

Adélia Prado
In Oráculos de maio



quarta-feira, 28 de agosto de 2013

SOL DE MARÇO




Embriagada de ardor matinal,
tonteia uma borboleta amarela.
Encolhido e com sono, um homem velho
descansa sentado junto à janela.

Entre as folhas da primavera, um dia
de viagem cantando partiu ele:
de uma porção de ruas a poeira
passou voando sobre os seus cabelos.

Naturalmente as árvores em flor
e as borboletas voando amarelas
parecem hoje as mesmas de outros tempos:
como se o tempo não tocasse nelas.

Os perfumes e as cores, entretanto,
tornaram-se mais finos e mais raros:
fez-se mais fria a luz, e o próprio ar
parece mais difícil respirar.

Como abelha a zumbir, a primavera
baixinho entoa os seus graciosos cantos:
a borboleta adeja em amarelo,
e o céu vibra em cristal de azul e branco.

Hermann Hesse
In Andares

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

TRISTEZA



Por que estás assim,
violeta? Que borboleta
morreu no jardim?

Guilherme  de Almeida 




ARTUR DA TAVOLA



“Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta
 e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual
 trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e 
palavras de galanteria...”


Artur da Távola

QUE DIZER DA BORBOLETA



Que dizer da borboleta 
que pousa de ramo em ramo?

Talvez ela não saiba
que meus olhos a veem voar no vento.

Talvez saiba.

Também o meu afecto
vai no vento e voa 
e pousa nos ramos frágeis
da minha amada.


Casimiro de Brito

SEDUÇÃO



A Borboleta é
Própria sedução.
Ela é colorida!
Sua dança é esvoaçante.
Planeando, ao bater das asas,
Precisa encontrar um amor,
Para poder acasalar.


Graciela da Cunha

VOAR É LIBERTAR-ME...



"Voar é libertar-me,
é parar no espaço inconsistente
é ser livre, leve, independente
é ter a alma separada de toda a existência
é não viver senão em não-vivência.
E isso é voar?"

Ana Hatherly

AQUELE DIA




Borboleta anil
que um louro alfinete de ouro
espeta em Abril

Guilherme de Almeida

domingo, 25 de agosto de 2013

CITAÇÃO



“Aquele que se prende à alegria destrói as asas do viver;
 mas aquele que beija a alegria durante o vôo vive 
um eterno amanhecer”

 (W. BLAKE)

CITAÇÃO



"Que nada nos limite, que nada nos defina, que nada nos sujeite.
 Que a liberdade seja nossa própria substância, já que viver é
 ser livre. Porque alguém disse e eu concordo, que o tempo cura,
 que a mágoa passa, que decepção não mata, e que a Vida sempre,
 sempre continua."


Simone de Beauvoir

sábado, 24 de agosto de 2013

FERNANDO PESSOA



Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender... 

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo... 

Eu não tenho filosofia; tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...

Fernando Pessoa

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

RUMI



‎''Lave a poeira de sua Alma
e o coração com a água da sabedoria.''

-Rumi-

A BORBOLETA AZUL



No alegre sol de então
De uma manhã de amor,
A borboleta solta no fulgor
Da luz, lembrava um leve coração.
Ia e vinha e a voar
Gentil e trêfega, azul,
Sonoramente a percorrer pelo ar,
Como um silfo tenuíssimo e taful.
Sobre os frescos rosais
Pousava débil, sutil,
Doirando tudo de um risonho abril
Feito de beijos e de madrigais.

Que doce embriaguez
O vôo assim seguir
Da borboleta azul, correndo, a vir
Do espaço pela Etérea candidez!

Fazendo, tal e qual,
O mesmo giro assim,
O mesmo vôo límpido, sem fim,
Nos mundos virgens de qualquer ideal.

Ir como ela também
Em busca das loucas
E tropicais e fulgidas manhãs
Cheias de colibris e sol, além…

Ir com ela na luz
De mundos através,
Sem abrolhos nas mãos, cardos nos pés,
Ó alma, minha, que alegria a flux!…

No alegre sol de então
De uma manhã de amor
A borboleta solta no fulgor
Da luz, lembrava um leve coração.


 Cruz e Souza

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

INSCRIÇÃO PARA UMA CABANA



O caminho dos simples coberto de musgo vermelho
A janela na montanha abrindo para o azul
Invejo-te o vinho que bebes entre as flores
e todas essas borboletas que voam nos teus sonhos.

Tsian Ki (722-780)
Trad.: Jorge de Sousa Braga


domingo, 4 de agosto de 2013

CITAÇÃO



Apenas viver não é suficiente, disse a borboleta,
É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor.

Hans Christian Andersen

sábado, 3 de agosto de 2013

OS SONHOS DAS LAGARTAS



As lagartas não podem acreditar na lenda das borboletas
-tão antiga entre o seu rastejante e esforçado povo...
mas sua felicidade consiste em relembrar, às vezes,
o absurdo e maravilha desse velho sonho:
o de se transformarem, um dia, em borboletas.

Mario Quintana ,
in Poemas para a Infância